Notícias

Ranking da competitividade expõe fragilidades
A opinião de Luís Miguel Ribeiro no Dinheiro Vivo

Na sua coluna quinzenal de opinião no Dinheiro Vivo de 19 de outubro, o presidente da AEP faz uma análise do posicionamento do nosso país no relatório de competitividade de 2019 do World Economic Forum.

Constatando que "mais uma vez, este relatório internacional vem mostrar que Portugal continua a comparar muito mal em várias dimensões fundamentais para o bom funcionamento dos negócios, colocando sérios obstáculos à competitividade das empresas", Luís Miguel Ribeiro considera que "importa assegurar um enquadramento que incentive o investimento e que potencie a competitividade das nossas empresas nos mercados internacionais".

Assim, o presidente da AEP tem "fortes expectativas que a  o maior peso político atribuído à área da economia [na composição do novo Governo] seja um bom sinal, contribuindo para melhorar a competitividade empresarial e, por essa via, aumentar a robustez da economia portuguesa face ao ciclo de abrandamento internacional, como avançam as mais recentes previsões do Fundo Monetário Internacional".

Veja aqui o artigo na íntegra
 

Área Reservada

Eventos

Ver Todos os Eventos >>

Torne-se associado

A AEP oferece aos seus Associados uma série de vantagens nos serviços que presta.

Associe-se à AEP!

Redes Sociais


Siga-nos no Linkedin