Notícias

Indústria 4.0 contribui para a sustentabilidade
E-book analisa impacto na Economia Circular e na Descarbonização e Transição Energética

A Indústria 4.0 contribui para redução de custos e aumento de eficiência, qualidade e precisão da indústria e setor empresarial, através das suas tecnologias disruptivas. Esta é uma das principais conclusões do estudo efetuado pela EY-Parthenon, no âmbito do projeto da AEP EcoEconomy 4.0, e que é disponibilizado em e-book a que poderá aceder aqui.

O estudo procurou analisar as tecnologias disruptivas da Indústria 4.0 que podem potenciar a sustentabilidade, tanto através de intervenções em matéria de Economia Circular como em matéria de Descarbonização e Transição Energética. Procurou também explorar o modo como estas tecnologias são aplicadas no tecido empresarial e quais as suas contribuições para ambas as matérias já referidas.

O estudo destaca também o facto de as potencialidades da Indústria 4.0 se alargarem a outros domínios, ao oferecer soluções mais sustentáveis e que podem contribuir eficazmente para a circularidade e para a descarbonização e transição energética. No entanto, este é ainda um potencial a explorar, apesar dos estudos já existentes apontarem nesse sentido.

Tratando-se de tecnologias disruptivas e emergentes, ainda não estão ao alcance da maioria das PME. A digitalização tem ocorrido maioritariamente nas grandes empresas, mas esta tendência deverá ser progressivamente alterada com a massificação da adoção destas novas tecnologias, fazendo com que sejam cada vez mais acessíveis às PME. O estudo apresenta, inclusivamente, algumas iniciativas europeias que têm como objetivo potenciar a digitalização da indústria, apoiando financeiramente as PME para que estas possam inovar de forma sustentável.

Ainda muito recentemente, o projeto EcoEconomy 4.0 reuniu num e-book um conjunto de iniciativas e práticas nacionais e internacionais de referência em matéria de descarbonização e transição energética em empresas, com particular foco em PME de âmbito industrial. [Veja aqui]

Promovido pela AEP, o EcoEconomy 4.0 visa reduzir o baixo conhecimento das PME industriais, localizadas em regiões economicamente mais desfavorecidas, em áreas que constituem fatores críticos de inovação e competitividade sustentável, usando as tecnologias digitais da Indústria 4.0. O objetivo é mobilizar a força motriz da economia portuguesa para potenciar o cumprimento das metas nacionais e europeias. Lançado a 27 de abril, tem como principal foco a disseminação de conhecimento sobre a “Economia Circular”, a “Descarbonização” e a “Transição Energética”, procurando estimular a adoção de práticas inovadoras e mais sustentáveis por parte das empresas, a sua qualificação para um uso mais eficiente e eficaz dos recursos materiais e energéticos, mas também a utilização de tecnologias digitais inovadoras da Indústria 4.0 para essas finalidades.

O projeto EcoEconomy 4.0 é cofinanciado pelo Programa Operacional Competitividade e Internacionalização através do Portugal 2020 e do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. Conta também com uma parceria com a EY para o desenvolvimento de conteúdos temáticos

Área Reservada

Eventos

Ver Todos os Eventos >>

Torne-se associado

A AEP oferece aos seus Associados uma série de vantagens nos serviços que presta.

Associe-se à AEP!

Siga-nos no Linkedin