Notícias

AEP está a ouvir as empresas sobre o PRR
Políticas públicas devem colocar as empresas no centro da recuperação da economia

Para tomar posição sobre o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) no âmbito da consulta pública, a AEP está a auscultar as empresas com vista a incorporar as suas opiniões na posição que vai enviar ao Governo. 

A AEP defende que as políticas públicas devem colocar as empresas no centro da recuperação da economia, em linha, aliás, com o que era defendido no documento “Visão Estratégica para o Plano de Recuperação Económica de Portugal 2020-2030”, coordenado pelo professor António Costa Silva, que serviu de base à elaboração do PRR. 

Como é possível constatar no resumo que a AEP elaborou [veja aqui], para as empresas é proposta uma alocação de recursos financeiros numa proporção muito pouco significativa, estimando-se apenas de cerca de um terço do valor global de subvenções. Uma situação que é considerada muito preocupante e que contrasta com a enorme relevância que o segmento empresarial detém no investimento total da economia portuguesa (nunca abaixo dos dois terços ao longo dos últimos anos).

“Este é momento de o país apostar numa estratégia vincada para aumentar a produtividade, a competitividade e a resiliência do tecido empresarial, que atravessa um momento muito difícil”, defende o presidente, Luís Miguel Ribeiro. Nesse sentido, a AEP pretende auscultar a opinião de quem verdadeiramente investe, cria riqueza e emprego e, por isso, deve merecer o maior foco neste PRR, através do preenchimento deste inquérito

Área Reservada

Eventos

Ver Todos os Eventos >>

Torne-se associado

A AEP oferece aos seus Associados uma série de vantagens nos serviços que presta.

Associe-se à AEP!

Siga-nos no Linkedin